segunda-feira, 1 de março de 2010

Reconhecendo o espaço através da Arte


De volta com as postagens e com os relatos de experiências com meus alunos dos CREIs - Centro de referência em Educação Infantil, da cidade de João Pessoa. Como já mencionei anteriormente sobre o início da experiência com educação infantil no final do ano passado, em uma postagem anterior onde trabalhei com as crianças o reconhecimento do corpo através da arte.

Este ano trabalharemos inicialmente, estas primeiras semanas os reconhecimento do espaço através da arte, cada aula teremos uma pergunta, esta semana a pergunta é: Quais os espaços do Crei onde podemos ter aulas de arte?

Com os alunos de 2 e 3 anos trabalhei o espaço da sala de aula, fizemos uma roda de conversa para nos conhecermos e identificarmos os conteudos e objetivos da aula, onde pude e diagnosticar o conhecimento prévio dos alunos/as diante do contéudo, comecei a fazer perguntas sobre os espaços da escola. Como são muito pequenos é natural que ainda não compreendam muito o que falamos e não costumam falar muito inicialmente, até mesmo por não estarem totalmente familiarizados comigo e com a escola, mas percebi que sempre estão atentos e curiosos, adorando novidades e participando ativamente.

Depois da roda de conversa propus uma brincadeira: sentei-me no chão e pedi que se sentassem junto comigo e repetissem comigo: Chãooooo, depois deitei no chão e pedi que se deitassem junto comigo, ficamos olhando para o teto da sala e as crianças começaram a apontar com os dedinhos para o teto e retiam comigo: tetooooo, batiam com as mãozinhas no chão e com os pezinhos, depois pedi que levantassem e corressem para as paredes, encostaram-se todos nas paredes da sala e batiam com as mãos repetindo comigo: paredeeee.

De vez em quando eu perguntava: Onde estamos sentados? Eles respondiam: No chão!; onde estamos encostados?, eles respondiam: na parede!, sempre reforçando o nome associado ao lugar para que pudessem memorizar e conhecer, pois estão diariamente na sala e não sabem o nome dos lugares. Iriamos fazer uma viagem pelo Crei para que identificassemos os locais da escola, mas deixei este momento para uma atividade mais detalhada posteriormente, pois acredito que devem conhecer primeiramente sua salinha para depois identificarem outros espaços da escola.

Com os alunos de 4 e 5 anos trabalhei nicialmente com a roda de conversa inicialmente, combinando algumas regrinhas de convivência e sobre os nossos objetivos e conteúdos a serem trabalhados, depois tentei identificar o conhecimento prévio das crianças: Perguntei como era a sala de aula deles e eles foram descrevendo os desenhos que tinham nas paredes, os quadros, as cadeiras, as mesas, os brinquedos, tudo o que tinha dentro da sala; então eu perguntei: E a sala? como é a forma dela?ela é feita de que?, eles respondiam: de tijolo, daí eu dizia: tijolo que faz o que? a parede? Desta maneira fui perguntando até eles irem dizendo que tinham: parede, chão, teto, luzes, janelas...

Depois perguntei sobre a escola e sobre nossa pergunta da aula: Que lugares do Crei podemos ter aulas de artes? E foram falando sobre os espaços que conheciam na escola.
Depois da roda de conversa e da análise do conhecimento prévio sobre o assunto propus uma brincadeira/atividade - perguntei se eles gostavam de fotografia e se sabiam como era uma máquina de bater fotos - muitos disseram: ''minha mãe tem uma'', ''a gente olha por um buraquinho'', ''tem ums botões'', ''a gente vê as pessoas e depois fica na foto''...
Entreguei folhas a eles e pedi que desenhassem a sua máquina de tirar fotos, do jeito que eles sabiam, expliquei como era a forma: Olha é um quadradinho, tem um botãozinho e um visor redondo onde a gente coloca o olhinho, e mostrei uma imagem em seguida para eles, depois ajudei cada um a costruir a forma de suas máquinas: olha faz um visor redondinho, igual a uma bolinha no meio do quadradinho, procurei formas quadradas e redondas na sala deles para que associassem também ao espaço onde conviviam.

Eles desenharam e depois pintaram suas máquinas, anotei o nome de cada um no seu respectivo desenho e expliquei o que fariamos na aula seguinte com as máquinas: Vamos fazer uma viagem pela escola e vocês vão fotografar os espaços da escola com as máquinas de foto de vocês! Ficaram impolgados já querendo fazer a viagem, mas o tempo não permitiu, e deixamos para a aula seguinte! Expliquei que iríamos recortar nossas máquinas e fotografar no passeio na aula seguinte e me despedi deles!

É interessante percebermos que assim como cada ser é diferente, cada escola também tem sua configuração, seja de espaço ou convivência, por isso, penso que deverei detalhar cada aula independente do Crei, pois mesmo o contéudo e planejamento sendo o mesmo, cada turma e escola é única com seu jeito particular de ser. Continuarei a relatar um pouco mais a frente....Aguardem!

Professora Idália Lins



4 comentários:

Ana Karina on 1 de março de 2010 19:15 disse...

Fiquei muito feliz com a sua visita ao meu blog.
Passei boa parte do ano de 2009 refletindo sobre minha vida profissional, queria trabalhar em coisas que gosto muito e foi vendo o seu blog que um dia eu tive certeza: "é isso que eu quero fazer..." rsrs
Como pode ver, estou completamente apaixonada pelo curso de Artes Visuais. Sei que nem tudo são flores, mas quando a gente finalmente acha o que gosta, aceita o desafio, né?
Grande abraço!

Roberta Granada on 16 de março de 2010 21:05 disse...

Oi, adoro teu blog , tudo muito lindo como sempre,visite meu blog também,sobre artesanato em geral, com várias receitas,beijokas
http://agulhaetricot.com
http://agulhaetricot.blogspot.com
http://titacarre.elo7.com.br

BeatrizEducaçãoInfantil on 28 de fevereiro de 2011 11:58 disse...

Gostei da matéria criando as máquinas fotográficas. Mas cadê as blusas de uniformes? Desculpe mas não pude deixar de reparar. Mudando de assunto vim visitar e passar a te seguir. Espero que me siga também. Bjs....

Interagindo com as Artes on 3 de agosto de 2011 19:33 disse...

Oi Bia, primeiramente obrigada por seguir, e claro, irei retribuir!

Nestas instituições de Educação Infantil municipais de João Pessoa/PB é bastantes comum que as crianças fiquem sem as blusinhas da farda durante as atividades, elas obedecem a uma rotina e horários específicos. Neste horário específico as crianças em seguida iriam para o banho, momento no qual elas ficam com toda a vestimeta para o jantar e esperar seus pais.

Depende do horário, ministrei aulas para eles com farda e sem farda, depende bastante da faixa etária, do horário, enfim...da rotida de cada pré-escola, maternal ou berçário!

Abraço!

 

Interagindo com as Artes Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei